Conecte-se Conosco

Polícia

Receita Federal apreende drogas no Aeroporto e duas pessoas são presas em Manaus

Publicado

em

As Equipes de Vigilância e Repressão e de Controle de Bagagem da Alfândega da Receita Federal no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes (EVR) realizaram, nos dias 13 e 15/07, atividades de fiscalização e controle aduaneiro em cargas e bagagens saindo de Manaus que resultaram na apreensão de aproximadamente 10 quilos de Skunk.

Após realizar análises de risco aduaneiro a fiscalização identificou bagagens saindo de Manaus com suspeitas de presença de drogas. Por conta dos indícios a Equipe K9 da Receita Federal em Manaus foi acionada e com a atuação do agente canino Deco se confirmou a suspeita da fiscalização.

Os passageiros responsáveis pelas bagagens suspeitas foram retirados do voo pela Polícia Federal, pois já estavam embarcados, para acompanharem os procedimentos de abertura das malas. Com o procedimento de verificação física da bagagem se constatou a presença das drogas. 

No dia (13), o passageiro com 7 kg de Skunk estava indo para Uberlândia/MG e no dia (15), o passageiro com 2,6 kg de Skunk tinha destino Juiz de Fora/MG. Em ambos os casos a Polícia Federal deu voz de prisão aos passageiros e apreendeu as drogas para análises e procedimentos administrativos e legais cabíveis.

A atuação da Receita Federal contra ilícitos

A Alfândega do Aeroporto de Manaus informa que as ações de fiscalização e controle aduaneiro que são realizadas tem por objetivo evitar a circulação, no território nacional, de produtos potencialmente nocivos à saúde e ao meio ambiente, e inibe a prática de crimes que geram desemprego, sonegação de impostos e concorrência desleal à indústria e ao comércio local. 

A Receita Federal também alerta que muitos casos de contrabando e descaminho, considerados pela população como crimes “menores”, estão ligados ao crime organizado que atua nas fronteiras brasileiras. Essas organizações criminosas, que promovem tráfico internacional de drogas, armas e munições, utilizam-se do mercado ilegal de produtos como forma de financiamento para suas ações. É importante que a população se conscientize de que o que pode parecer uma “pequena transgressão” traz grandes prejuízos ao país, contribuindo inclusive para a deterioração da segurança pública.

A Receita Federal permanece, mesmo durante a pandemia de Covid-19, realizando normalmente suas ações de combate ao tráfico de drogas, contrabando e descaminho na cidade de Manaus.

Fonte: PortalCaboco