Conecte-se Conosco

Nacional

Conheça Hello Kitty, ex-cantora gospel e traficante morta em operação policial

Publicado

em

PMs chegaram à comunidade para checar denúncia de família sendo feita refém

Uma das criminosas mais procuradas da Região Metropolitana do Rio, a ex-cantora gospel Rayane Nazareth Cardozo da Silveira, conhecida como Hello Kitty, teve a sua carreira no mundo do crime encerrada na manhã desta sexta-feira 16, durante operação da Polícia Militar no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo.

Os PMs chegaram à comunidade para checar denúncia de família sendo feita refém. No entanto, os policiais encontraram a criminosa e seu mentor Alessandro Luiz Vieira Moura, mais conhecido como Vinte Anos, e, durante confronto, os dois morreram.

Segundo a Polícia, o Complexo do Salgueiro é conhecido como “Hotel do Tráfico”, uma espécie de resort do crime onde bandidos procurados se hospedam e se escondem das polícias. Apelidada na região de “Dama do Tráfico”, Helllo Kitty era a principal parceira de Vinte Anos, líder do tráfico local. Ela era acusada de integrar quadrilhas de veículos e investigada em pelo menos duas delegacias.

Procurada – Rayane Nazareth Cardozo da Silveira, a Hello Kitty

Rayane gostava de ostentar e tinha uma promissora carreira na facção criminosa a qual era filiada. Investigações apontam que Hello Kitty estaria sendo preparada para assumir o controle da venda de drogas no Jardim Catarina, outro reduto estratégico para o crime organizado.

Nas redes sociais, fotos da criminosa fortemente armada indicam a força que a traficante exercia entre os moradores das áreas dominadas pela quadrilha e o poder de fogo a qual tinha acesso. Ao se depararem com a polícia, Hello Kitty e Vinte Anos abriram fogo e, na troca de tiros, foram atingidos. Ela chegou a ser socorrida ao Hospital Estadual Azevedo Lima, em Niterói, mas não resistiu aos ferimentos.

Além de Rayane, o hospital informou que deram entradas na unidade três homens — de 44 anos, de 25 e de 26 —, todos já mortos. Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de São Gonçalo. Policiais ocupam a comunidade para tentar encontrar outros criminosos que possam ter se ferido no confronto.

De acordo com relato de moradores, um forte tiroteio ocorreu na região e muitas pessoas disseram que estão com dificuldade para sair de casa para trabalhar.

Fonte: AgoraRN