Conecte-se Conosco

Nacional

Eleições no Brasil podem ser fraudadas, diz hacker que invadiu TSE: ‘ataque foi simples’ │ VEJA VÍDEO

Publicado

em

A urgência do presidente Jair Bolsonaro em aprovar a PEC do voto auditável, de autoria da deputada federal Bia Kicis (PSL-DF), não é para menos. O risco de haver fraude na apuração dos votos nas próximas eleições é grande e está escancarada. Só não vê quem quer continuar sendo enganado.

Segundo o hacker Marcos Roberto Correia da Silva -conhecido como Vandathegod-, acusado de participar do vazamento de dados de 223 milhões de brasileiros em janeiro, é possível alterar os resultados da apuração das eleições no Brasil.

A informação foi dada ao deputado Filipe Barros (PSL-PR), relator da PEC do voto auditável na Câmara, que conseguiu uma entrevista exclusiva com o hacker, que foi preso em março deste ano na operação Deepwater, deflagrada pela Polícia Federal (PF),

O hacker falou ainda que “tudo o que é conectado à internet é vulnerável” e “se alguém tiver nessa rede, consegue fazer a invasão e manipular a votação”. Em relação a invasão, Vandathegod disse que o “ataque foi tão simples, não sei como eles tiveram que parar o servidor… foi muito simples, uma falha de um site causou todo o reboliço”, finalizou o hacker.

Assista a entrevista com o hacker: