Conecte-se Conosco

Cidades

FVS-RCP alerta para prevenção a acidentes com animais peçonhentos durante vazante dos rios

Publicado

em

O Amazonas registrou 1.788 casos de acidentes por animais peçonhentos no período de janeiro a junho deste ano, segundo o último balanço consolidado pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP). No primeiro semestre de 2020, o Estado recebeu notificações de 1.824, representando uma redução de 1,97%, quando se compara os dois períodos.

Com a chegada do período das vazantes dos rios no Amazonas, a FVS-RCP alerta para o perigo de novos ataques por animais, como cobras e escorpiões, que estão entre os animais envolvidos na maioria dos registros no Estado. As serpentes representam a maioria dos casos, com 1.271 acidentes notificados, seguido por escorpiões (285), aranhas (135), abelhas (21) e lagartas (15).

O diretor-presidente da FVS-RCP, Cristiano Fernandes, enfatiza que a população necessita reforçar os cuidados nos próximos meses. “Quando o nível do rio desce, esses animais retornam para o habitat natural, apresentando risco de acidentes, principalmente, para população ribeirinha”, reforça Cristiano.

A gerente de Zoonoses (GZ) da FVS-RCP, Ana Cristina Campos, orienta que em caso de ataque por animais peçonhentos, é necessário procurar ajuda médica.

“Orientamos a pessoa a proteger a área atacada, lavando com água e sabão e procurar atendimento hospitalar, o mais rápido possível, para evitar agravamento do quadro”, ressalta.

Prevenção – As principais maneiras de evitar acidentes com animais peçonhentos durante a vazante dos rios são: utilizar botas, luvas ou sacos plásticos durante a limpeza da casa; retirar lixo e entulho das residências, em que animais podem estar escondidos; cuidado com buracos e tocas; onde serpentes possam estar escondidas; e caso avistar um destes animais, acionar o corpo de bombeiros; evitar ratos e baratas, que podem atrair cobras e escorpiões.

Capacitação – Ana Cristina acrescenta que a FVS-RCP dá suporte aos municípios, oferecendo capacitações on-line para dar suporte às ações das vigilâncias em saúde municipais. “A FVS realiza palestras, cursos e webconferências para orientar os municípios como proceder em casos de acidentes por estes animais, bem como a prevenção de ataques”, diz Ana Cristina.

Ranking por Municípios – Os municípios que mais registraram casos de acidentes por animais peçonhentos no primeiro semestre de 2021 foram: Manaus (214), Parintins (118), Itacoatiara (105), Maués (81), Rio Preto da Eva (74), São Gabriel da Cachoeira (56), Barreirinha (53), Apuí (52), Borba (43) e Atalaia do Norte (40).

Referência – A FVS-RCP é responsável pela Vigilância em Saúde do Amazonas, que inclui controle de fatores biológicos, reservatórios e hospedeiros responsáveis pela ocorrência de zoonoses e acidentes por animais peçonhentos, realizada pela Gerência de Zoonoses (GZ/FVS-RCP).