Conecte-se Conosco

Prefeitura

Prefeitura abre campanha de combate ao tráfico humano em Manaus

Publicado

em

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc) abriu, nesta terça-feira, 27/7, a Campanha Municipal de Enfrentamento ao Tráfico Humano “Coração Azul”, na sede da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Amazonas (OAB-AM). A ação alusiva ao Dia Mundial de Enfrentamento ao Tráfico Humano, lembrado no dia 30 de julho, instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU), pretende alertar a sociedade para o combate ao tráfico internacional e nacional de pessoas.

“O crime de tráfico de pessoas, não só no mundo, como aqui em Manaus, é real. Essa campanha é importante e oportuna, uma vez que, pelos dados da Polícia Federal, referentes a 2020 e 2021, duas crianças foram traficadas para adoção ilegal. Dessa forma, fica parecendo que o crime ficou invisível. Então, nosso objetivo é colocar em alerta toda a população, para mostrar que isso existe e que não está longe de nós”, declarou a subsecretária de Políticas Afirmativas para as Mulheres e Direitos Humanos da Semasc, Graça Prola.

O tráfico humano é a terceira atividade ilegal mais lucrativa do mundo, atrás apenas dos tráficos de drogas e armas, atingindo principalmente mulheres e crianças. O tráfico de pessoas faz cerca de 2,5 milhões de vítimas, e movimenta, aproximadamente, 32 bilhões de dólares por ano, segundo dados do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC).

“As pessoas nem sequer sabem que isso é crime, e nem sabem onde procurar ajuda. Então essa é uma campanha muito importante para salvar a vida de pessoas que têm sido exploradas e traficadas. É muito sério o que estamos falando aqui hoje”, declarou a presidente da OAB-AM, Grace Benayon.

De acordo com a Organização Internacional para as Migrações (OIM), durante o período pandêmico a situação de tráfico humano envolvendo imigrantes ficou ainda mais grave.

“A gente sabe que a pandemia facilitou para que esse crime estivesse muito mais forte, então é muito importante que a gente volte a falar sobre esse tema. Durante esta semana estaremos em diversas atividades, levando principalmente as formas de prevenção. As organizações trabalhando juntas permitem aos beneficiários compreenderem que estamos todos atuando na mesma causa”, afirmou Dina Luz Carmona, assistente de Projetos com Foco na Proteção, da OIM.

Também participou da abertura da campanha, o governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), além da organização Rede Um Grito Pela Vida.

Prevenção

É preciso estar atento a alguns indicadores que podem apontar se a pessoa pode estar em risco de ser vítima do crime de tráfico. Alguns dos sinais são: a retenção de documentos, proibição de contato com familiares ou amigos, não saber informar sobre o lugar que irá residir/trabalhar ou não conhecer o idioma do local de destino.

Denúncias podem ser feitas pelos canais municipais 0800 092 6644 e 0800 092 1407, Disque 100 ou pelo 180.

Programação

A programação da Semasc continua nesta quarta-feira, 28/7, no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, de 8h às 19h. Na quinta-feira, 29/7, serão realizadas abordagens educativas na Manaus Moderna, roadway, porto da Ceasa, rodoviária e sede da Polícia Federal, de 8h às 22h. Já na sexta-feira, 30/7, Dia Mundial de Enfrentamento ao Tráfico Humano, serão realizadas abordagens educativas nas barreiras da AM-010 e BR-174, além da iluminação azul, no Teatro Amazonas, Centro.

Texto – Leonardo Fierro /  Semasc

Fotos – João Viana / Semcom