Conecte-se Conosco

Cidades

Alunos prejudicados pedem que UFAM informe quando voltará as aulas presenciais

Publicado

em

Alunos da UFAM (Universidade Federal do Amazonas), estão denunciando que a direção faz reunião de colegiado (medicina), porém não define o retorno das aulas presenciais e, sequer, informa quando haverá o retorno. A indignação é grande entre os alunos do 1º, 2º e 3º período, pois são os prejudicados, pois os de outros períodos já estão indo para o HUGV.

A falta de informação, está deixando os alunos apreensivos e acaba prejudicando-os. Uma aluna que não quis se identificar disse que, “no ano 2020 só houve aula no segundo, a UFAM fez um período de 1 ano e meio, onde o correto seriam dois períodos no ano”, disse a aluna indignada.

Segundo informações, a desculpa é de que Manaus ainda vive em pandemia e, portanto, não há aulas para evitar aglomerações. Porém a contradição é enorme, haja vista que os comércios, bares e outras instituições ou já começaram, ou estão em planejamentos para o retorno em 100%. Além disso, segundo a aluna, todos já tomaram a 1ª dose da vacina: “a UFAM não toma a decisão para o retorno. Onde todas as universidades e escolas já voltaram”, questionou ela.

Outra contradição é que, em março deste ano houve eleições, onde o professor Sylvio Puga foi reeleito para o quadriênio (2021-2025) da Reitoria  da Ufam (Universidade Federal do Amazonas).

A reitoria precisa urgentemente dar uma resposta aos alunos, bem como a toda sociedade amazonense.