Conecte-se Conosco

Polícia

Até junho, PMAM efetuou 4,4 mil detenções durante patrulhamento em todo o Amazonas

Publicado

em

As ações da Polícia Militar do Amazonas (PMAM) resultaram em 4.431 detenções de pessoas suspeitas de envolvimento com a criminalidade no estado, de janeiro a junho deste ano. Esse número é 1,2% superior ao registrado no primeiro semestre de 2020, quando os patrulhamentos e ações policiais culminaram na detenção de 4.375 infratores.

Os dados são da Diretoria de Tecnologia da Informação da PMAM. Do total de detenções no primeiro semestre deste ano, 2.441 foram prisões em flagrante de infratores adultos, 1.453 assinaturas de Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e 537 apreensões de adolescentes por participação em atividades ilícitas.

De acordo com a Polícia Militar, o patrulhamento e demais ações de saturação policial levaram, ainda, a apreensão de 859 armas de fogo, 551 armas brancas, 5,1 mil munições e 30 coletes balísticos. O trabalho policial também recuperou 501 veículos que possuíam restrição de roubo e furto, permitindo a devolução dos bens aos proprietários.

“Isso significa que a polícia está abordando mais e está mais presente nas ruas; e significa que a população está confiando no nosso trabalho, através das denúncias realizadas pelos números 181 ou o 190”, afirma o comandante-geral da PM, Coronel Ayrton Norte.

Em seis meses, as guarnições da PM realizaram 203,4 mil abordagens a veículos de passeio, 255,6 mil a motocicletas, 78,4 mil a moto táxis, 6,7 mil a caminhões, 6,2 mil a micro-ônibus, 20,3 mil a ônibus urbanos, 9,8 mil a ônibus que fazem rota de trabalhadores do Polo Industrial de Manaus e 1,9 mil a embarcações. O comandante da PM afirma ainda que as abordagens policiais serão intensificadas, principalmente, no transporte coletivo.

“Estamos fazendo um trabalho preventivo de abordagem a ônibus e também fazemos o trabalho repressivo. Além das denúncias que nós recebemos, o policiamento continua sempre empregado nos coletivos para que a população tenha o seu direito ir e vir garantido”, destaca.