Conecte-se Conosco

Prefeitura

Casarão da Inovação Cassina retoma atendimento presencial agendado

Publicado

em

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi), retomou, nesta terça-feira, 3/8, o atendimento presencial, através de agendamentos, no Casarão da Inovação Cassina, localizado no Centro Histórico de Manaus. O endereço eletrônico para agendar o serviço é http://bit.ly/agendamentocassina.

Desde a sua reabertura, o Casarão Cassina já recebeu um total de 1.780 pessoas. De acordo com o secretário da Semtepi, Radyr Júnior, dispor de uma estrutura de escritório compartilhado, mais conhecido como espaço coworking, salas de reuniões e acesso à internet, atende as necessidades que uma startup precisa para trabalhar, desenvolver seus projetos e reunir-se com sua equipe e clientes.

“O objetivo do Casarão da Inovação Cassina é fomentar, apoiar e desenvolver as atividades de cunho inovador, tecnológico e empreendedor, de modo que o ecossistema digital de Manaus cresça economicamente, um dos compromissos de gestão do prefeito David Almeida”, pontuou Radyr.

As atividades presenciais nos postos do Sine Manaus, cursos de Qualificação Profissional e demais atendimentos na sede da Semtepi também voltaram a funcionar normalmente.

Cassina

Como parte do programa Manaus Histórica, que visa retomar o uso e a valorização dos prédios históricos da região, o local denominado Casarão da Inovação Cassina passou a ser um centro de empreendedorismo e inovação de desenvolvimento tecnológico para fomento de pequenas empresas emergentes conhecidas como “startups”. Localizado no núcleo inicial do Distrito de Inovação, mais precisamente no Centro Histórico de Manaus, o Cassina é o principal centro tecnológico do Estado, cujo objetivo é fomentar, apoiar e desenvolver as atividades de cunho inovador, tecnológico e empreendedor de modo que o ecossistema digital de Manaus cresça economicamente.

O prédio possui salas de reuniões, espaço coworking com 54 estações, sala de amostra, duas salas de co-criação, lounge, sala de formação e espaço café. Ao longo da instalação, jardins naturais podem ser encontrados no terraço, 1º pavimento, térreo e subsolo.

Texto – Fabiane Monteiro/ Semtepi

Fotos – Marcely Gomes / Arquivo Semcom