Conecte-se Conosco

TCE-AM

Ouvidoria do TCE-AM empossa alunos ouvidores e inicia ciclo de formações para os estudantes

Publicado

em

Seguindo todos os protocolos de segurança para prevenção da Covid-19, a Ouvidoria do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) realizou, na manhã desta terça-feira (3), posse dos alunos ouvidores que foram eleitos para representar suas escolas junto à Secretaria Municipal de Educação (Semed) e a Ouvidoria do TCE por um período estimado de dois anos.
As estudantes eleitas como “Alunas ouvidoras” foram, Yasmim de Oliveira, da Escola Municipal Abílio Alencar, Sabrina Pessoa da Silva, da Escola Municipal Antônia Pereira, e Ingrid Damasceno, da Escola Municipal Dalvina Oliveira.

“A Ouvidoria do Tribunal de Contas do Amazonas, mais uma vez, de forma inovadora, aproxima a sociedade da Corte de Contas. Com este projeto, teremos agentes do controle externo atuando dentro das escolas da rede pública de ensino para identificar os problemas e, além disso, propor soluções. Ganha o TCE-AM que abre uma porta para fiscalização e o controle, ganha a sociedade que tem mais um canal de acesso ao Tribunal e, acima de tudo, ganham os estudantes”, afirmou o presidente da Corte de Contas, conselheiro Mario de Mello, que apoia.

Na abertura do evento, o ouvidor-geral do Tribunal de Contas, conselheiro Érico Desterro, ressaltou a concretização de mais uma etapa do projeto “Ouvidoria Estudantil”, que empossou de forma inédita três alunas para exercer o importante papel de receber e encaminhar aos órgãos competentes as necessidades de suas respectivas instituições de ensino.

 “Este projeto pretende ser um piloto daquilo que a meu ver deve se estender não só às escolas de Manaus, mas para todas as escolas públicas. A nossa intenção é a criação de canais de comunicação direta entre os alunos, a direção das instituições de ensino e a Semed, que é exatamente o conceito de ouvidoria estudantil, e por este canal fazer acontecer a participação efetiva da comunidade escolar nas ações públicas da sociedade”, ressaltou o conselheiro-ouvidor da Corte de Contas, Érico Desterro.

 O secretário municipal de Educação, Pauderney Avelino, reconheceu a importância do evento e parabenizou a ouvidoria do TCE pelos trabalhos realizados no setor da educação, aproximando cada vez mais a sociedade das instituições públicas.

Durante o evento, os estudantes receberam kits com a blusa do evento, agenda, mochila e canetas.

Formação

O chefe de gabinete da Ouvidoria do TCE, Harleson Arueira, ministrou uma palestra para os alunos ouvidores e seus Grêmios Estudantis com o tema “Protagonismo Juvenil” e falou sobre a atuação  individual dos estudantes na sociedade.

 Na palestra, ele abordou, ainda, sobre a quebra de paradigmas associados aos jovens, como comodidade e falta de proatividade, destacou a necessidade de se ter pensamento reativo diante de questões sociais e outros temas relevantes para a formação humana dos alunos presentes.

“Quando falamos de protagonismo também falamos de coletividade, precisamos saber da nossa importância na colaboração para o progresso da humanidade. Acredito que somos responsáveis por fazer, nessa geração, nossa parte. Devemos ter três hábitos: responsabilidade, um projeto de vida e a sinergia, além de saber que juntos somos mais fortes”, destacou o chefe de gabinete da Ouvidoria do TCE, Harleson Arueira.

O ciclo de formações para os alunos ouvidores e grêmios estudantis seguirá até quinta-feira (5) e terá a explanação de temas como, “Gestão Democrática e protagonismo estudantil” e a “Operacionalização na Escola”. Ao final os participantes receberão certificado com horas complementares.

Texto: Giovanna Andrade  

Foto: Matheus Rodrigues