Conecte-se Conosco

Amazonas

Governo do AM autoriza volta às aulas 100% presenciais nas redes pública e privada no dia 23 de agosto

Publicado

em

O Governo do Amazonas autorizou, neste sábado (7), a volta às aulas 100% presenciais das redes pública e privada de ensino no dia 23 de agosto, em Manaus, e no dia 8 de setembro, no interior do estado. O comitê de enfrentamento à pandemia também manteve a restrição de circulação de pessoas entre 1h e 5h pelos próximos 15 dias.

O decreto também prevê que restaurantes, lanchonetes e similares podem funcionar com capacidade máxima de ocupação em 75%. As brinquedotecas e espaços similares estarão autorizadas a abrirem totalmente.

Além disso, o comitê decidiu que escritórios podem funcionar em horário comercial, respeitando o calendário de vacinação contra a Covid-19 definido pelo Plano Nacional de Imunização (PNI).

O governo determinou, ainda, que passa a ser necessário apresentar teste RT-PCR negativo para Covid-19 e comprovante de vacinação para hospedagem em hotéis de selva, similares e em comunidades tradicionais. Balneários estarão liberados para funcionar entre 7h e 18h.

A abertura de academias também será permitida a partir das 5h até a meia-noite, com 50% da capacidade de ocupação. As aulas coletivas nesses estabelecimentos são permitidas respeitando o distanciamento e as demais medidas não farmacológicas.

Indicadores mostram retrocesso da pandemia no estado

O comitê também analisou os números da pandemia no Amazonas. Conforme os dados do início deste mês, a ocupação em leitos clínicos para Covid-19 no Amazonas está em 31%, enquanto leitos de UTI registram 46% em pacientes internados.

Entre junho e julho, o monitoramento da SES-AM também apontou uma queda no número de óbitos pela doença. Em julho, foram registrados 133 óbitos, uma queda de 13,63% em comparação a junho, quando foram contabilizadas 154 mortes.