Conecte-se Conosco

Polícia

Detran-AM identifica motocicleta adulterada durante vistoria

Publicado

em

Uma motocicleta com sinais de adulteração foi identificada pelo Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) nessa quarta-feira (18/08), na vistoria do órgão, localizada no bairro São Francisco, na rua Walter Zuani, zona sul da capital. O condutor levou o veículo para o serviço de colocação de lacre quando servidores constataram que o número do chassi da moto estava adulterado.

Durante a vistoria foi passado um produto para remover a tinta que estava por toda superfície do chassi, e foi verificado que o último dígito, tanto do chassi quanto do motor, estava fora da tipologia original de fábrica.

“Quando passamos esse produto sobre a tinta ele age como removedor, a tinta original permanece, e o pigmento utilizado como material de adulteração sai. Questionado, o condutor afirmou que a moto tinha sido adquirida por meio de uma compra e não sabia a procedência da mesma”, frisou Arilson Lima, gerente da vistoria do Detran-AM.

O número do chassi é o documento de identidade de um veículo. A sequência alfanumérica que compõe o mesmo traz várias informações sobre o automóvel, como seu modelo, onde e quando ele foi produzido.

Foram efetuadas várias combinações com o último dígito adulterado para identificar o verdadeiro cadastro. E, foi verificado no sistema que as características do veículo correspondiam às de outra uma motocicleta roubada em Manaus.

Após o procedimento, o gerente da vistoria entrou em contato com a Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERFV) da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) para os procedimentos cabíveis.

Alerta – O Departamento de Trânsito orienta as pessoas que forem comprar um veículo a verificar se ele está regular e qual a origem do bem que está sendo adquirido.

“Se for comprar algum veículo que esteja muito barato e abaixo do valor de mercado, desconfie. Sempre é bom antes de fechar qualquer negócio vir na vistoria do Detran para saber a procedência do chassi e evitar problemas futuros”, concluiu o gerente.

FOTOS: Divulgação/Detran-AM