Conecte-se Conosco

Internacional

Tornados: mortes no Kentucky podem aumentar nas próximas semanas

Publicado

em

EUA devem declarar estado de catástrofe para as regiões mais afetadas

O governador do Kentucky, Andy Beshear, admitiu hoje (14) que o número de mortes, provocadas pela passagem dos tornados, pode aumentar à medida que as equipes de resgate prosseguem os trabalhos. Ele revelou que pelo menos 100 habitantes ainda estão desaparecidos.

Numa entrevista, Beshear emocionou-se ao confirmar que pelo menos 78 pessoas tinham morrido nos tornados de sexta-feira (10) que varreram várias áreas dos Estados Unidos. Sessenta e quatro dos óbitos foram registrados no estado do Kentucky, o mais afetado.

A idade dos que morreram varia de alguns meses a 86 anos, sendo que seis tinham menos de 18 anos, acrescentou Beshear na entrevista em Frankfort, capital do estado.

No Kentucky, cerca de 26 mil casas e empresas continuam sem eletricidade, incluindo quase todas de Mayfield, a localidade mais afetada pelo fenômeno climático.

A maioria das vítimas no Kentucky estava trabalhando numa fábrica de velas, quando um poderoso tornado arrancou o telhado do edifício e matou dezenas de pessoas.

Os tornados provocaram ainda danos em Illinois – onde seis pessoas morreram num centro de distribuição da Amazon em Edwardsville -, quatro no Tennessee e dois em Arkansas, onde um lar ficou destruído e dois no Missouri.

Colapso é investigado

A Administração Federal de Segurança e Saúde Ocupacional anunciou que tinha aberto uma investigação sobre a queda do armazém da Amazon, em Illinois. No entanto, Kelly Nantel, da Amazon, disse que o edifício tinha sido “construído de acordo com o código”.

Já o governador de Illinois, B. Pritzker, anunciou uma investigação para atualizar o código “devido às sérias mudanças no clima a que estamos assistindo em todo o país”.

Um funcionário da Amazon afirmou ao jornal The Guardian que “parecia que um comboio estava passando pelo armazém. As placas do teto desabaram. Nós estávamos na casa de banho e estivemos lá pelo menos duas horas e meia”.

Biden vai visitar Kentucky

O presidente norte-americano, Joe Biden, anunciou que irá viajar para o Kentucky na quarta-feira (15), para observar os danos dos devastadores tornados.

A Casa Branca informou que Biden visitará Ft. Campbell, para um briefing sobre as operações de resposta, partindo depois para Mayfield e Dawson Springs, para avaliar os danos provocados pelos tornados.

O presidente disse, ainda, que estava definindo o itinerário em consulta com as autoridades locais, para garantir que a sua presença não desviará a atenção da resposta de emergência em curso.

Ele também admitiu que poderá declarar estado de catástrofe para Illinois e Tennessee, igualmente muito afetados pelos desastres naturais.

Foto: AAP Image
Fonte: Agência Brasil