Conecte-se Conosco

Polícia

Polícia Civil do Amazonas prende dupla por estelionato em lojas de eletrodomésticos e material de construção

Publicado

em

Policiais civis do 17º Distrito Integrado de Polícia (DIP) prenderam, em flagrante, na quarta-feira (11/05), Franciany de Oliveira Dutra, 27, e Narison Souza da Silva, 24, pelos crimes de estelionato, receptação e organização criminosa praticados em lojas de eletrodomésticos e material de construção da capital. A dupla integra uma organização criminosa que aplicava os golpes.

As prisões e a apreensão de eletrodomésticos, materiais de decoração e construção foram realizadas em um galpão localizado na rua Pusan, bairro Parque Dez de Novembro, zona centro-sul, onde o material adquirido com os golpes era armazenado.

O delegado Gesson Aguiar, titular do 17º DIP, relatou que os infratores entravam em contato com as lojas de forma on-line, via aplicativo de mensagens instantâneas, com interesse nos produtos, após o que o estabelecimento enviava o link para pagamento com o cartão de crédito/débito. Após a compra ser aprovada, os objetos eram retirados na loja, por terceiros que já haviam sido contratados pelo grupo.

“Posteriormente, os verdadeiros proprietários dos cartões percebiam a compra indevida, e entravam em contato com a instituição do cartão para cancelar a compra, assim as lojas eram prejudicadas. Após constatarem que haviam sido vítimas de um golpe, vinham até a delegacia registrar o Boletim de Ocorrência”, explicou o delegado.

A autoridade policial comentou que após os BOs serem registrados, a equipe de investigação entrou em campo e conseguiu identificar Franciany e Narison como participantes na ação criminosa. Segundo Aguiar, as lojas que possuíam facilidade em vendas por cartão de forma on-line eram os alvos mais fáceis dos criminosos.

Prisão – O titular do 17° DIP relatou que, durante uma das ações do grupo criminoso, os policiais seguiram em diligências e conseguiram efetuar a prisão da dupla, em flagrante, que já estava dentro da loja pronta para aplicar o delito. Outras duas pessoas que os aguardavam em um veículo na área externa da loja, conseguiram fugir.

“Em depoimento, eles informaram que encaminhavam as mercadorias para os barcos, de onde eram feitas as transferências para outros municípios do interior do Amazonas. As investigações devem continuar para averiguar a participação de outras pessoas envolvidas na ação criminosa”, afirmou Gesson Aguiar.

Durante a operação, foram apreendidos vários materiais provenientes do golpe, como eletrodomésticos e eletrônicos, materiais de decoração e de construção, entre eles, portas, aduelas e tintas.

Procedimentos – Ambos irão responder pelos crimes de estelionato, receptação dos produtos roubados e por organização criminosa. Eles serão encaminhados para Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde permanecerão à disposição da Justiça.

FOTOS: Mayara Viana /PC-AM